Guia da Obra

Tudo sobre Construção e Reforma

Esquadrias: Qual Usar?

Esquadrias: Qual usar?Esquadrias são as partes da construção referentes a locomoção dentro de um imóvel. Assim, o termo esquadria está ligado aos lugares em que serão construídos os acessos de entrada e saída, tais como portas e janelas, incluindo batentes e folhas, embora o termo esquadria possa ainda se referir à portões, venezianas e uma infinidade de aberturas desta natureza.

Escolher o material para construir as esquadrias do imóvel é uma tarefa de grande responsabilidade, pois de acordo com a opção desejada, o lugar terá características sobre sua instalação, afetando tanto em benefícios quanto em prejuízos à qualidade de vida das pessoas que irão desfrutar do lugar. Logo, devido a essa imensa importância, é importante observar algumas dicas sobre qual material escolher para montar a esquadria.

Neste artigo você conhecerá mais sobre os mais diversos tipos de esquadrias, quais os materiais mais utilizados e suas finalidades.

Material da Esquadria

Há diversos materiais disponíveis para montar esquadrias, dentre eles estão o ferro e o vidro. Porém, atualmente, os engenheiros e arquitetos estão preferindo sugerir a escolha de apenas três materiais: PVC, alumínio ou madeira.

Dos três citados por último, o PVC possui maior qualidade e versatilidade, além de ganhar nas questões de durabilidade, acústica e isolamento térmico.

Veja a seguir os prós e os contras ao optar por cada um dos materiais mais utilizados atualmente na fabricação de esquadrias.

Esquadrias de PVC

Esquadria de PVC

O PVC é um material de grande aceitação no mercado, pois dentre suas principais características estão a maior qualidade de vedação, o incrível isolamento térmico e a flexibilidade de acabamento de acordo com a necessidade.

Embora seu custo seja mais elevado se comparado às esquadrias de madeira e de alumínio, a utilização de esquadrias de PVC é compensada pelo baixo custo de manutenção, pois o PVC é um material com grande durabilidade e resistência. Além disso, o PVC rígido é auto-extinguível, ou seja, não propaga chamas, proporcionando maior segurança para o imóvel.

Além disso, devido ao design das estruturas desse material, as novas construções estão priorizando o acabamento em PVC. Dessa forma, o visual de esquadrias de PVC demonstram o perfil do proprietário, que está sempre se atualizando em relação à infraestrutura e as novidades do mercado.

Esquadrias de Alumínio

Esquadria de Alumínio

O alumínio é um material que oferece grandes vantagens na montagem da esquadria. O material é durável pois é extremamente resistente à corrosão, pois quando sua superfície entra em contato com o oxigênio, reage através de oxidação natural criando uma camada de óxido de alumínio em sua superfície, esta substância por sua vez, é resistente à água e impermeável ao oxigênio, protegendo assim o alumínio da corrosão e aumentando consideravelmente a vida útil, embora ainda assim perca para o PVC no que refere-se à durabilidade. Além disso, há uma imensa variedade de acabamentos que podem ser utilizados com o alumínio como a anodização e a pintura eletrostática a pó, que permitem aumentar ainda mais sua resistência natural à corrosão tornando sua durabilidade ainda maior.

Outro aspecto positivo do alumínio é referente a questão acústica e térmica do ambiente. As janelas termo acústicas diminuem o barulho e auxiliam na temperatura do lugar. Logo, mediante esses benefícios, as esquadrias de alumínio são recomendadas para imóveis localizados perto da natureza, como casas de praia. Afinal, as questões naturais não irão interferir substancialmente na composição desse material.

Para garantir um excelente estado de conservação, é necessário um orçamento considerável destinado ao investimento contínuo em manutenção, pois o acabamento pode sofrer desgaste, assim como a pintura poderá descascar.

Esquadrias de Madeira

Esquadria de Madeira

A grande vantagem ao optar pela madeira é a versatilidade apresentada por esse material, geralmente as esquadrias de madeira são muito belas, porém, sensíveis. É possível montar várias esquadrias com diferentes tipos de madeira, além disso, esse material possibilita a montagem personalizada, pois sua característica principal é o fácil manuseio, adequando-se facilmente as medidas desejadas e ao gosto do proprietário.

Para a construção de portas e janelas, as madeiras mais prestigiadas são itaúba e jatobá. Também é importante considerar um tratamento anti-pragas para a madeira ou escolher um tipo mais resistente a pragas e a umidade, geralmente as mais duras, como as madeiras de lei, porém, deve-se sempre atentar para selos e permissões tanto referentes à extração quanto à comercialização e na dúvida, entre em contato com os órgãos competentes (IBAMA ou secretaria do meio ambiente do seu Estado).

O mais recomendado, antes de escolher a madeira ideal para sua esquadria, consulte um especialista sobre qual será a melhor opção dentre os diferentes tipos de madeira disponíveis no mercado. É importante ressaltar que por ser um material natural, a madeira está sujeita às alterações climáticas como a chuva e a umidade, e que podem danificar a esquadria tanto com rachaduras quanto com o apodrecimento de todo o material.

Esquadrias de Ferro

Esquadria de Ferro

Tradicionais, porém cada vez menos utilizadas no país, as esquadrias de ferro requerem um nível de qualidade muito elevado da mão de obra. O ponto forte das esquadrias de ferro são sem dúvida alguma o baixo custo da matéria prima. Em contrapartida, as esquadrias de ferro possuem um ponto negativo que é sem dúvida alguma um dos motivos pelos quais deixaram de ser tão populares quanto no passado, a frequente necessidade de manutenção, muitas vezes trabalhosa, devido a sua baixa resistência à corrosão (oxidação ou ferrugem).

Logo, quando considerar usar esquadrias de ferro, pense muito bem, pois neste caso o barato pode sair caro com o passar do tempo.

Esquadrias de Vidro

Esquadria de Vidro

As esquadrias de vidro são compostas apenas de vidro, geralmente temperados, com pequeninos perfis cantoneira de alumínio nas laterais. As esquadrias de vidro são popularmente conhecidos como “sistema blindex”, “vitrine de loja”, etc. A grande vantagem deste sistema é a transparência obtida.

Tipos de Esquadrias

Existem diversos tipos de esquadrias, cada qual projetada e construída conforme o material e a natureza da abertura. Existem no mercado esquadrias em tamanhos padrão conforme as dimensões mais utilizadas, porém, é comum encomendar a fabricação de esquadrias sob medida.

Embora existam diversos tipos de esquadrias, vamos citar algumas a seguir.

Esquadria de Abrir

Esquadria de Abrir

A esquadria de abrir é o tipo mais comum, geralmente são simples portas e janelas de abrir, onde uma folha ou mais se abrem, girando sobre dobradiças ou pivô, para fora ou para dentro do ambiente onde está instalada.

Esquadria de Correr

Esquadria de Correr

As esquadrias de correr são portas e janelas, apoiadas ou penduradas em trilhos, que correm lateralmente para realização da abertura ou fechamento. Nestas esquadrias é fundamental escolher muito bem o tipo de trilho de acordo com o material utilizado na fabricação da esquadria e de sua utilização, pois diferentes trilhos podem suportar ou não o peso da esquadria, ou ainda, permitir maior ou menor abertura.

Esquadria Basculante

Esquadria Basculante

As esquadrias basculantes são fixadas em pivos laterais que permitem a esquadria (janela ou portão) bascular projetando parte para dentro e parte para fora do ambiente. Os clássicos vitrôs acionados por alavanca são também um tipo de esquadria basculante.

No passado, as esquadrias basculantes eram apenas as janelas basculantes, porém, hoje temos uma grande variedade de portões basculantes em residências e até em galpões industriais.

Este tipo de esquadria não é recomendado para ambientes onde o usuário pretenda utilizar cortinas, pois como parte da esquadria inclina-se para o interior do ambiente, haverá inevitavelmente contato da esquadria com a cortina, podendo ocasionar danos.

Esquadria Maxim-Ar

Esquadria Maxim-Ar

Mais comum entre as esquadrias de alumínio, as esquadrias ou janelas do tipo Maxim-Ar, embora sejam similares às basculantes, ao se abrirem toda sua folha se projeta para fora do ambiente, podendo chegar a uma abertura de quase 90 graus. Durante a abertura ou fechamento, ela pode parar em qualquer ponto graças ao uso de uma corrediça especial em suas laterais, ao invés do pivô presente na janela basculante.

Esquadria Guilhotina

Esquadria Guilhotina

Muito comum, principalmente nas construções presentes no campo, a janela tipo guilhotina é composta de duas “folhas”, sendo que quando fechada, uma folha fica em cima e uma fica embaixo, geralmente acompanhadas de venezianas de abrir.

Neste modelo, você pode escolher se deixa a parte superior ou inferior aberta. Quando as duas folhas estão para cima, elas ficam apoiadas sobre “borboletinhas” metálicas nas laterais. Nestas janelas é muito importante tomar cuidado no ato de abrir e fechar para evitar que uma das folhas caia sobre partes do corpo do usuário, como a mão ou os dedos, com a possibilidade de causar sérias lesões.

Esquadria Camarão

Esquadria Camarão

As esquadrias camarão são aquelas em que as folhas correm e dobram simultaneamente e horizontalmente através de trilhos, recolhendo-se e deixando quase todo o vão aberto, também conhecidas como sanfonadas, semelhantes a um leque.

Esquadria Pivotante

Esquadria Pivotante

A esquadria pivotante é aquela em que a folha da porta ou janela gira sobre seu próprio eixo, tanto na vertical quanto na horizontal.

Esquadria Ideal

Em desuso em construções novas já há algumas décadas, a janela ideal é muito parecida com a janela guilhotina. Porém, quando se abre uma das folhas para cima ou outra para baixo, contrapesos embutidos na janela fazem com que a outra folha também se recolha, permitindo assim 100% de abertura do vão.

Outros tipos de esquadrias

Além dos tipos mais comuns citados anteriormente, existem outros tantos como a janela de tombar (espécie de maxim-ar invertido) persianas de enrolar, vidros fixos e até mesmo combinações entre os tipos já citados.

Norma Técnica para Esquadrias

É importante lembrar que referente à qualidade das esquadrias existe uma normatização, com base na norma técnica NBR 10.821:2011 da ABNT (Agência Brasileira de Normas Técnicas), que trata de exigências e requisitos para o segmento de esquadrias externas para edificações assim como para todas as suas matérias-primas.

A norma técnica NBR 10.821:2011 foram divididas em 5 partes, sendo que as partes 1 a 3 foram publicadas e homologadas em 2011, conforme a seguir:

  • ABNT NBR 10.821-1:2011 – Esquadrias externas para edificações – Parte 1: Terminologia;
  • ABNT NBR 10.821-2:2011 – Esquadrias externas para edificações – Parte 2: Requisitos e classificação;
  • ABNT NBR 10.821-3:2011 – Esquadrias externas para edificações – Parte 3: Métodos de ensaio.

As partes 4 e 5 estão sendo trabalhadas, para elaboração dos textos definitivos pela ABNT/CEE-191 (Comissão de Estudo Especial de Esquadrias).

Os textos foram encaminhados à ABNT para consulta nacional em Dezembro de 2014 e a expectativa de publicação e homologação deve ocorrer até Outubro de 2015, conforme a seguir:

  • ABNT NBR 10.821-4:2015 – Esquadrias externas para edificações – Parte 4: Requisitos adicionais de desempenho;
  • ABNT NBR 10.821-5:2015 – Esquadrias externas para edificações – Parte 5: Instalação e manutenção.

Ainda está prevista a inclusão de mais 2 partes nesta norma, sendo a expectativa de publicação e homologação é a de que deva ocorrer até Fevereiro de 2016, conforme a seguir:

  • ABNT NBR 10.821-6:2015 – Esquadrias externas para edificações – Parte 6: Requisitos e classificação, métodos de ensaios, instalação e manutenção;
  • ABNT NBR 10.821-7:2015 – Esquadrias externas para edificações – Parte 7: Critérios para o atendimento à Vida Útil de Projeto.

Qual esquadria escolher?

Antes de escolher o material para construir as esquadrias da sua construção, peça auxílio a um profissional capacitado e experiente, de preferência um profissional da área de Arquitetura e Urbanismo, dessa forma, é possível garantir maior comodidade e conforto, escolhendo a esquadria adequada para o seu imóvel.

Também recomendamos uma leitura do artigo sobre esquadrias do Portal Metálica, parceiro do Guia da Obra, neste link: http://wwwo.metalica.com.br/esquadrias-vantagens-e-tipologia


Artigo de Hugo Giannella, Arquiteto e Urbanista.

Hugo Giannella - Arquitetura e Urbanismo

Share

Uma resposta para Esquadrias: Qual Usar?

  • eu gostei muito das informações. Estou com um problema eu quero colocar na parte de cima da minha casa no litoral, janelas de vidro com esquadria de madeira e na porta de 1 quarto que da para sacada uma porta de vidro com esquadria de madeira , estou procurando em varias lojas, mas não encontro. Quando encontro é material inferior então não sei onde procurar mais.Voces poderiam me da umas dicas onde eu encontro .
    Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 18 =

Conteúdo relacionado
Conteúdo

Conheça também:
Comprar e Vender Imóveis Terraplenagem.Net Construção Civil Business Escavadeira . Net Retroescavadeira . Net