Guia da Obra

Tudo sobre Construção e Reforma




Arquiteto Ruy Ohtake

Arquiteto e Designer Ruy Ohtake Segundo Agnaldo Farias, Niemeyer, cita duas características dos projetos de Ruy Ohtake, que fazem toda a diferença: Simplicidade e beleza.

Quando paramos para analisar suas obras, percebemos que isso é verdade. Por mais complexa que seja a forma, com curvas, retas, telhados diferentes, apoios, o projeto com um todo, é simples. É gostoso ver suas obras, elas parecem fluir no ambiente, se integram, e fazem o usuário se sentir parte do edifício também.

Ohtake faz uma relação entre piso e teto, luz e sombra, paredes. Todos se encontram e sugerem continuidade, onde o teto é apoiado nos muros, a luz, consegue penetrar a sombra.

Ele teve grande influência, de dois grandes arquitetos (na minha humilde opinião), Artigas e Niemeyer. Ambos passaram pela mudança de estilos e também sofreram influências de outros grandes arquitetos.

Hotel Unique em São Paulo

Hotel Unique, uma das obras de Ruy Ohtake em São Paulo.

Ruy pode ser considerado um arquiteto moderno e brutalista. Suas obras sofrem na forma influência moderna, e nos materiais influência brutalista. Não, que um não esta ligado no outro, afinal, no meu entendimento, o brutalismo foi a ultima vertente do modernismo.

Ele foi um dos arquitetos, que utiliza lições tiradas das duas escolas de arquitetura do Brasil: Carioca e Paulista, pois seus prédios têm arte e muita técnica.

Edifício Maison de Mouette

Edifício Maison de Mouette, em São Paulo.

Primeiro ele faz seus croquis e adapta os projetos, tudo primeiro no papel, e depois na pratica. Isso é um estudo minucioso pra deixar o projeto mais perfeito possível, e definir qual e como o projeto se integrara a natureza.

Os projetos dele são maravilhosos, e tem um respeito ao meio, ao espaço público, que não se acha em outros projetos.

Outro tema que foi muito discutido nesse artigo foi à diferença entre as escolas paulista e carioca. Depois de muito estuda-las é muito fácil definir: Carioca é mais ligada à arte e a forma. A paulista esta puramente ligada à técnica e ao material.

E como disse acima, Ruy sofreu clara influência das duas.

A escola paulista foi influenciada pelo brutalismo europeu? Não posso afirmar com certeza, mas, é obvio que o brutalismo surgiu primeiro lá do que aqui no Brasil, portanto, alguma coisa do nosso brutalismo, teve sim, influência do brutalismo europeu.

Artigas nega, com todas as formas, mas, como todos os movimentos que passaram no Brasil foram depois dos que os da Europa, como falar que não houve nenhuma ideia, nenhuma influência?! Pra mim, sim!

Claro que não posso deixar de expor minha humilde opinião… O nosso brutalismo é diferente do europeu. Aqui os arquitetos se doaram. Consigo ver a alma deles no projeto. Entregaram-se as suas obras.

Adoro ver, o Masp, por exemplo… Que tinha uma ideia de ser pintado, e não foi. Até hoje, é uma obra muito discutida e muito linda!

Edifício Berrini 500

Edifício Berrini 500, em São Paulo.

Ohtake, na Telesp de Campos do Jordão, deixou a estrutura com o material bruto, e apesar de ser concreto aparente, a obra não deixou de fazer parte do meio, não deixou de se integrar.

No Shopping de Brasília, apesar do seu tamanho monumental (considerado um monumento mesmo, pelos usuários), tem em sua fachada vidro. O que o faz refletir a paisagem externa, e o faz parecer outra paisagem. Esse efeito que Ohtake da para suas obras, é sensacional.

Complexo Ohtake Cultural

Complexo Ohtake Cultural, em São Paulo.

Enfim, nesse artigo, pude perceber que apesar da maioria de suas obras serem modernas, ele teve muitas outras influências.

É gostoso ver as obras dele. E é muito mais gostoso, estuda-las também. Ir a fundo, conhecer o porquê dele fazer isso.

Ruy Ohtake é um excelente arquiteto.

Site do Arquiteto Ruy Ohtake: http://www.ruyohtake.com.br

Referências:
http://www.wikiarq.com/projetos/1165/brasilia-shopping/
http://www.paulooctavio.com.br/organizacoes-shopping.asp
http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/7269/000497592.pdf?sequence=1
http://www.arquitetura.eesc.usp.br/sap645_2010/Thais_Martarelli/Arquiteto_Insight/arquivos/caderno.pdf
http://www.ruyohtake.com.br/index.html
TAVARES, Maria Cecília. Ruy Ohtake, Arquitetura Residencial dos Anos 1960-1970. 2005. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 2005.


Artigo de Mariana Burger Demola, Arquiteta e Urbanista.

Mariana Demola - Arquiteta e Urbanista

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + dez =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Líder Locações
Enquetes

O que mais impacta a construção civil?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Conheça também:
Terraplenagem.Net Escavadeira . Net Retroescavadeira . Net