Pintura em diferentes superfícies

Decoração de ambientes, pintura, textura, paisagismo e jardinagem.
Avatar do usuário
Leandro
Fundador do GdO
Fundador do GdO
Mensagens: 999
Registrado em: 19:45 - Segunda-feira, 22/01/2007
Localização: São Paulo - SP - Brasil
Atividade ou Profissão: Empresário

Pintura em diferentes superfícies

Mensagem por Leandro »

Superfícies de alvenaria: As superfícies de alvenaria só podem ser consideradas prontas para pintura após decorridos pelo menos 28 dias de sua finalização. Pois este é o tempo necessário para cura do concreto, argamassa, reboco e massa. Como também seguir o quadro acima. Em tintas base água podem aparecer manchas por contato com água (chuvas e respingos), entretanto, estas desaparecem após secagem. Repintura: Lixar por completo a superfície a fim de remover totalmente o brilho da tinta anterior.

Superfícies de cerâmica: Quando em superfícies exteriores, é recomendado o uso de fundo preparador de parede. Quando em superfícies interiores, poderá ser utilizado diversos tipos de acabamento.O envernizamento de lajotões devem ser observados, pois existe diferença de uma peça para outra devido a diferentes graus de porosidade.

Superfícies de fibrocimento / amianto: Não requer nenhum processo especial. Para este caso é aconselhado apenas utilzar o fundo preparador de parede, a fim de selar. Como também seguir quadro acima.

Repintura: Lixar por completo a superfície a fim de remover totalmente o brilho da tinta anterior.

Superfícies de Madeira: A superfície deve estar completamente seca (não pintar em madeira verde). Remover por completo manchas de óleo e gordura com solvente; Efetuar rogoroso lixamento com lixa 120 a 150 (pintura), e 150 a 200 (verniz). Após este, remover por completo o pó com pano levemente umidecido com água. Caso haja necessidade de limpeza pesada sobre a superfície pintada, aguardar 2 (duas) semanas, e utilizar detergente líquido e esponja. Produtos abrasivos danificam a superfície pintada.

Repintura: Lixar por completo a superfície a fim de remover totalmente o brilho da tinta anterior.

Superfície de ferro / aço carbono: Tais superfícies saem da fábrica revestida com óxido de ferro, este material deverá ser removido com jato abrasivo ou decapagem química.

Nota: em chapas de 3mm a 6mm poderá sofrer deformações com uso de jato abrasivo. Quando da não possibilidade do uso de jato abrasivo, é recomendado utilizar aço galvanizado, pois este poderá ser pintado somente com uma limpeza utilizando solvente. Galvanizado novo - Limpá-lo com solvente (duas a três aplicações), utilizando pano limpo e solvente novo antes da pintura. Galvanizado exposto - Remover os esbranquiçados e ferrugem (caso haja), com lixa d'aguá 120 a 150, após este processo lavá-lo com água, efetuar limpeza com solvente

Superfícies de alumínio: Alumínio novo - Limpá-lo com solvente (duas a três aplicações), utilizando pano linpo e solvente novo antes da pintura.

Alumínio exposto - Limpá-lo com detergente e escova de nylon (cerdas duras), enxaguar, e logo em seguida efetuar limpeza com solvente (duas a três aplicações), utilizando pano limpo e solvente novo antes da pintura.

Repintura: Remover por completo a tintas anterior, utilizando removedor.

Superfícies de Gesso: O gesso deverá estar totalmente seco. Remover através de lixamento os excessos. Remover a poeira. Aplicar uma demão de fundo preparador de paredes. Não é recomendada pintura sobre superfícies tratadas com brilho.

Repintura: Lixar por completo a superfície a fim de remover totalmente o brilho da tinta anterior.

Masseamento: O masseamento pode ser feito na superfície como um todo, ou por razões estéticas para correção de pequenos defeitos e irregularidades. A aplicação da massa deverá ser feita em camadas finas, visando um perfeito acabamento e secagem.

FONTE: Mundo das Tintas