NBR 14136 - Novo padrão de plugues e tomadas brasileiras

Iluminação, fiação, condução elétrica, telefonia e eletricidade na construção civil.
Avatar do usuário
Equipe GdO
Moderador do fórum
Moderador do fórum
Mensagens: 991
Registrado em: 19:02 - Sexta-feira, 26/01/2007
Localização: São Paulo - SP - Brasil
Atividade ou Profissão: Notícias

NBR 14136 - Novo padrão de plugues e tomadas brasileiras

Mensagem por Equipe GdO »

Brasil adota novo padrão de plugues e tomadas visando maior segurança para a população

Base Normativa e Legal


A norma NBR 14136 - Plugues e Tomadas para uso doméstico e análogo até 20A/ 250V em corrente alternada – Padronização, desenvolvida no âmbito da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT, em vigor desde a década de 90 (última revisão em 2002), representa o consenso do segmento sobre o padrão de plugues e tomadas a ser usado no país, levando-se em conta a experiência acumulada pelos vários atores que compõem esse fórum. Com a Lei 9933/1999, coube ao Inmetro, como Secretaria Executiva do Conselho Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Conmetro), a regulamentação de plugues e tomadas, considerando as normas elaboradas pela ABNT.

Dessa forma, em 2000, com a publicação da Portaria Inmetro nº 185, que institui a certificação compulsória de plugues e tomadas, iniciou-se o processo de transição entre a tolerância ao uso dos diversos modelos de plugues e tomadas, que colocam em risco, em sua maioria, a integridade física do usuário, e a aplicação efetiva da norma brasileira, que estabelece o padrão brasileiro, amplamente discutido na época da elaboração da referida norma. Com a publicação da Resolução Conmetro nº 11/2006, fabricantes e comerciantes terão o prazo até dezembro de 2009 para, gradativamente, adaptarem-se à NBR 14136.

Estamos cientes que implantar um padrão nacional nas construções comerciais e residenciais não se faz de um dia para o outro, e que esta mudança gera muitos questionamentos. Por esse motivo, vamos esclarecer as dúvidas mais frequentes apresentadas.

[hr][/hr]
Datas das mudanças

Resolução Conmetro nº 11/2006

Os plugues e tomadas devem estar nas dimensões do padrão brasileiro.

Imagem

Imagem

[hr][/hr]
Dúvidas Frequentes


1) Por que o Brasil precisa de um padrão?

Hoje, no Brasil, existem mais de dez modelos de plugues diferentes e quantidade semelhante de tomadas, gerando uma situação de risco de choque elétrico ao usuário (conforme ilustrado na figura abaixo) e de sobrecarga na instalação elétrica (conexão de aparelhos projetados para tensões e correntes diferentes da tomada) e desperdício de energia, através da dissipação de calor (uso de adaptadores inadequados para conectar muitos equipamentos em uma única tomada). O padrão é sinônimo de segurança.

Imagem

2) Por que o Brasil não adotou o padrão internacional de plugues e tomadas?
Porque o padrão internacional não existe. Cada país desenvolveu o seu próprio padrão, impossibilitando a criação de um padrão único. O padrão estabelecido no fórum da Associação Brasileira de Normas TécnicasABNT foi desenvolvido considerando a conectividade com os plugues hoje existentes. O padrão é conectavel com 80% dos aparelhos elétricos atuais.
Alguns países possuem um padrão: Argentina, Uruguai, Estados Unidos, Canadá, México Chile, França, Portugal, Espanha, Itália, Suíça, Japão, Austrália, entre outros. Cada um deles adota um padrão diferente.

3) Quais são as vantagens do padrão?
Com a tomada padrão, em novo formato de poço, sextavada (talhada em seis faces), os consumidores, principalmente as crianças, não correrão mais o risco de tomar choques elétricos. Outras vantagens são a de que o padrão promove a adaptação de voltagens diferentes que existem, hoje, em nosso país e ajuda a combater o desperdício de energia.

4) Mas como funciona o formato padrão?
No formato atual (sem o poço), no momento do encaixe do plugue na tomada, o usuário entra em contato com os pinos do plugue, que estão em contato com a parte viva da tomada, o que acarreta o risco de tomar choques elétricos, conforme demonstra a ilustração abaixo:

Imagem

Com o padrão o consumidor não correrá o risco de tomar choques no momento da conexão do plugue com a tomada, pois o contato acidental com o dedo não é possível, conforme ilustram figuras a seguir:

Imagem

5) Vou ter que mudar todas as minhas tomadas de casa e vou ter que comprar produtos com plugues novos?
Não. A mudança não é drástica, uma vez que a maioria dos plugues de dois pinos comercializados em aparelhos eletroeletrônicos, fabricados no Brasil nos últimos anos, já se encontra adequada ao novo padrão, mostrando que o mesmo é totalmente compatível com a tomada atual.

6) Quer dizer que os plugues novos vão encaixar nas tomadas atuais?
Sim. As dimensões e as distâncias entre os furos (pólos ) da tomada padrão permitem o encaixe (a inserção) de plugues redondos com o formato atual em mais de 80 % (oitenta por cento) dos aparelhos atualmente comercializados, garantindo a conectividade dos plugues e as tomadas atuais com os plugues e tomadas padrão.

7) Mas o que vou fazer com os 20 % (vinte por cento) dos aparelhos que atualmente não são contemplados com a conectividade?
Para a conexão desses aparelhos, será necessária a utilização de adaptadores. Mas ressaltamos que, para estes casos, o ideal é trocar a tomada.
O Inmetro ciente da utilização de adaptadores, elaborou o Regulamento de Avaliação da Conformidade - RAC, que tornará compulsória a certificação desses produtos.

8) Quando vou perceber as mudanças?
A maior mudança para os consumidores ocorrerá a partir de 2010, quando aparelhos como geladeira, máquina de lavar roupa e microondas, que necessitam de incorporação do condutor-terra, apresentarão o plugue de três pinos. Para esses casos, o consumidor terá que trocar a sua tomada. Nos demais, a troca da tomada será feita a medida que consumidor julgar necessário, uma vez que o plugue padrão de dois pinos é compatível com a tomada atual.

Imagem

9) Aquele fiozinho que tem pendurado atrás da minha geladeira, vai desaparecer?
Sim. Aquele fiozinho, da geladeira e de vários outros eletrodomésticos, que a grande maioria das pessoas nem sabe para o que serve, tem a mesma função do chamado "3° pino" dos plugues e tomadas do padrão brasileiro: aterrar o equipamento. Só que, como as construções não ofereciam aterramento, o fio ficava sem função. Agora, o fio desaparece e o aterramento será feito através do plugue e da tomada com 3 pólos.

10) Mas o meu prédio não tem aterramento?
Especialmente no caso daqueles produtos que necessitam do fio terra, tais como refrigerador, microondas e máquina de lavar roupa, o benefício total do plugue padrão só será totalmente alcançado se o consumidor trocar a tomada na qual vai conectar especificamente esses aparelhos, para fazer o devido aterramento. Aos poucos, com o passar dos anos, mais e mais construções estarão com o aterramento, mais e mais pessoas terão os benefícios desse aspecto do padrão brasileiro de plugues e tomadas.

11) Estou pensando em construir uma casa. Vou ter que fazer o aterramento?
Sim. A Lei 11.337, de 26 de julho de 2006, determina que todas as novas edificações precisam ter o aterramento da rede elétrica. Aproveite e já instale a tomada padrão. Você estará construindo a sua casa com muito mais segurança. A segurança não é só do consumidor, mas também das instalações.

12) Mas o que ocorrerá com as outros tomadas e plugues?
Atualmente, existem mais de dez tipos de tomadas e plugues no país, e com o padrão além impedir o risco de choques no momento do encaixe do plugue na tomada, o consumidor não ficará sujeito a essa confusão atual.

Imagem

13) Pelo visto essa mudança vai ocorrer de forma muito tranqüila, sem causar nenhum transtorno para os consumidores, para a indústria eletroeletrônica ou da construção civil?
Sim. Com a ampla divulgação do padrão brasileiro, isto vai acontecer de forma tranqüila como a esperada. Todos os técnicos das partes envolvidas trabalham tentando ao máximo reduzir os impactos que uma mudança desta magnitude poderia gerar para os consumidores, para a indústria e também para os varejistas que vendem plugues e tomadas. A mudança é para valer. Todo este esforço tem um só objetivo: aumentar a segurança dos usuários de plugues e tomadas, reduzindo o risco de choques. A frase é antiga, mas vale: uma grande caminhada começa com o primeiro passo. E é isto que estamos fazendo. Dando o primeiro passo. O nosso convite é que você caminhe com a gente.

Fonte: http://www.inmetro.gov.br/qualidade/pluguestomadas

Para maiores informações leia também: http://tecnocracia.com.br/arquivos/muda ... sidenciais
Imagem Imagem GUIA DA OBRA - Tudo sobre Construção e Reforma

Avatar do usuário
Leandro
Fundador do GdO
Fundador do GdO
Mensagens: 999
Registrado em: 19:45 - Segunda-feira, 22/01/2007
Localização: São Paulo - SP - Brasil
Atividade ou Profissão: Empresário

Re: NBR 14136 - Novo padrão de plugues e tomadas brasileiras

Mensagem por Leandro »

Em residências antigas... como será feita a substituição?

Numa tomada antiga normal... de 110V que só tem 2 fios (força e terra), como usar essa nova tomada? Deverá ser adicionado um novo fio (terra) para todas as tomadas?

Os aparelhos antigos, serão 100% compatíveis com as tomadas novas?

Existe algum tipo de adaptador?
Imagem Imagem GUIA DA OBRA - Tudo sobre Construção e Reforma