Engenharia – Ramos ou especialidades

Compartilhar:

Engenharia Biomédica

Engenharia Biomédica

A engenharia biomédica tem como objetivo utilizar a tecnologia em prol da medicina, buscando e desenvolvendo soluções nos diagnósticos e na prevenção de problemas de saúde.

O engenheiro biomédico possui a tarefa de analisar, propor, projetar e desenvolver equipamentos e programas de computador que auxiliem e deem mais segurança aos profissionais da saúde no diagnóstico e tratamento de doenças.

Engenharia Civil

Engenharia Civil

O profissional de engenharia civil, geralmente organizado e meticuloso, é capacitado para projetar, gerenciar e executar obras e construções, além de realizar a análise de insolação, melhor aproveitamento da ventilação local e definição do melhor tipo de solo para as construções, visando sempre a estabilidade da edificação e segurança de seus usuários.

Além do desenvolvimento de projetos estruturais e da criação de edificações, o profissional de Engenharia Civil pode trabalhar em outros setores como de inspeção, fiscalização, perícia, saneamento e transporte.

O mercado de trabalho do profissional de engenharia civil é bastante amplo, com destaque para as seguintes áreas:

  • Construção Civil e Urbana;
  • Rodovias e Transportes;
  • Saneamento;
  • Estruturas e Fundações;
  • Solo e Geotecnia.

Engenharia da Computação

Engenharia da Computação

O profissional da engenharia da computação está capacitado para projetar e construir hardwares e softwares, atuar no desenvolvimento, gestão e suporte de redes de computadores em empresas de grande porte como bancos e instituições financeiras e governamentais, além de comércio eletrônico e consultoria tecnológica.

O engenheiro da computação também pode atuar no campo da automação industrial e robótica, no desenvolvimento de robôs e sistemas digitais para pequenas, médias e grandes fábricas e indústrias.

Engenharia de Alimentos

Engenharia de Alimentos

O foco do trabalho do profissional formado em engenharia de alimentos é principalmente a produção de alimentos em escala industrial, em que ele é responsável por desenvolver técnicas, maquinários e programas de computação (softwares) para otimizar os processos produtivos, além de criar novos produtos, desenvolver e testar novas fórmulas com o intuito de determinar a cor, sabor e consistência do alimento e o seu valor nutricional.

Na indústria, o engenheiro de alimentos atua nas etapas do processo de fabricação e conservação dos alimentos, sejam de origem vegetal ou animal, selecionando as matérias-primas necessárias, definindo os equipamentos e maquinários utilizados na fabricação e administrando as equipes de trabalho envolvidas no processo produtivo dos alimentos.

Continue lendo na próxima página…

Compartilhar:

Leandro dos Santos

Fundador e administrador do Guia da Obra, é um ex-empresário da construção civil que atuou na área por mais de 20 anos. Atualmente presta consultoria aos empresários e profissionais do setor de construção civil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.