Combate ao mosquito da dengue, febre amarela e chicungunha

Seção do fórum para discussão de assuntos relacionados à saúde e segurança na construção civil.
Avatar do usuário
Equipe GdO
Moderador do fórum
Moderador do fórum
Mensagens: 984
Registrado em: 19:02 - Sexta-feira, 26/01/2007
Localização: São Paulo - SP - Brasil
Atividade ou Profissão: Notícias

Combate ao mosquito da dengue, febre amarela e chicungunha

Mensagem por Equipe GdO » 15:24 - Quarta-feira, 22/04/2015

A água parada é a grande inimiga no combate à Dengue. Se cada um de nós fizer a sua parte, vamos vencer essa guerra.

Para evitar a proliferação do mosquito da Dengue, o Aedes aegypti, que além da Dengue também transmite outras doenças muito perigosas que oferecem risco de morte aos infectados, como a Febre Amarela e a Febre Chicungunha, é extremamente importante focar na eliminação das condições que favorecem sua reprodução.

Veja algumas dicas de como reduzir ao máximo a proliferação do mosquito da dengue na sua região:

Vasos e Plantas
  • Vasos e pratinhos de plantas: Em áreas internas, coloque terra ou areia para não acumular água. Em áreas externas, elimine os pratinhos;
  • Vasos com flores cortada: Trocar a água e lavar o recipiente 2 vezes por semana.
  • Plantas em água para enraizar: Manter a boca do recipiente protegida por algodão, papel alumínio, tecido, etc.
  • Plantas em água (jibóia, pau d´água): Encher com areia, ou lavar bem e trocar a água 2 vezes por semana.
  • Bromélias ou plantas que acumulam água: Lavar com mangueira 2 vezes por semana
  • Ocos das árvores, bambus: Preencher com serragem ou areia.
Depósitos de Água
  • Reservatórios, caixas d'água, tonéis e depósitos em geral: Mantenha-os sempre cobertos e totalmente fechados, além de lavar regularmente esfregando bordas e paredes;
  • Cacimbas e poços: Manter sempre bem fechados;
  • Ralos: Mantenha-os desentupidos e bem fechados. Em ralos de pouco uso, mantê-los isolados com um filme plástico, jogar água sanitária 2 vezes por semana;
  • Filtros e recipientes para água: Lavar com bucha regularmente e mantê-los tampados;
  • Bandeja de coleta de água da geladeira: Manter seca e lavar regularmente;
  • Recipiente para água mineral retornável: Lavar sempre que trocar o garrafão;
  • Objetos que possam acumular água: Mantê-los tampados ou emborcados (de boca para baixo);
  • Caixas de descarga, vasos sanitários e ralos com pouco uso: Mantê-los sempre bem limpos e jogar água com água sanitária duas vezes por semana.
Objetos
  • Garrafas, vasos vazios, baldes, regadores e latas: Guardar somente o que for realmente necessário, sempre mantendo secos de boca para baixo;
  • Botes, barcos e canoas: Manter virados ou cobertas com lonas esticadas de forma a não armazenar água;
  • Pneus usados: Furar e encaminhar para a reciclagem sempre que possível; se utilizados como brinquedos infantis faça um furo na parte inferior; se ainda utilizáveis guardá-los secos e cobertos.
  • Vasilhame a ser descartado (casca de coco, latas de refrigerantes, copo plástico), garrafas, embalagens, etc: Furar, amassar, cortar, picar, etc. de maneira que não se transformem em recipientes nos locais finais de depósito.
Depósitos e lixeiras
  • Lixeiras externas: Fazer furos na parte inferior;
  • Lixo doméstico: Manter o lixo ensacado e o recipiente tampado;
  • Ambiente: Visando manter o ambiente limpo, faça uma busca no quintal e nas áreas de serviços, pelo menos uma vez por semana, jogando fora todo o lixo que possa acumular água.
Áreas externas de construções
  • Muros com cacos de vidro: Naqueles que possam acumular água, coloque areia ou preencha com massa;
  • Telhados, calhas e coletores pluviais: Verifique-os uma vez por semana e mantenha-os livres de lixo e desentupidos, se possível com telas, a fim de evitar o acúmulo de água;
  • Espelhos d´água, cascatas, lagos: Tratar com cloro/manter as bordas escovadas;
  • Piscinas: Se a água é tratada adequadamente, com cloro, não causam problemas; as lonas de proteção podem facilitar o acumulo de água. Colocar uma bóia sob a lona para facilitar o escoamento da chuva;
  • Lajes: Mantê-las limpas, com ralos desentupidos e verifique seu nivelamento para evitar acúmulo de água;
  • Caixas de inspeção e drenos: Fechar com tela, se possível preencher com areia ou brita até o limite para evitar empoçamentos, adicionar água sanitária, conferir o escoamento das águas;
  • Ar-condicionado: Cuidar para que a água não fique depositada nas bandejas de coleta.
Vizinhança
  • Áreas externas próximas: Percorrer áreas próximas de sua casa, seu jardim, áreas não ajardinadas, praças, parques, superquadra, etc. Recolher objetos que possam transformar em depósitos de água e alertar o proprietário ou autoridades de saúde locais sobre o acúmulo de água parada;
  • Em áreas de obras: Vedar totalmente caixas de água e cisternas. Esvaziar e lavar semanalmente tambores e depósitos de água, recolher baldes e latas, verificar depósitos ou empoçamentos e encher com areia;
Animais Domésticos
  • Aquários para peixes: Mantê-los limpos e cobertos com tela, se possível, criar uma espécie larvófoga.
  • Cães, gatos, passarinhos: Diminuir o número de bebedouros, escová-los quando trocar a água.
Fonte:
[/size]
Imagem Imagem GUIA DA OBRA - Tudo sobre Construção e Reforma