Como consertar trincas e rachaduras de paredes

Assuntos sobre construção de alvenaria comum, alvenaria estrutural, drywall, paredes e muros em geral.
Avatar do usuário
Equipe GdO
Moderador do fórum
Moderador do fórum
Mensagens: 984
Registrado em: 19:02 - Sexta-feira, 26/01/2007
Localização: São Paulo - SP - Brasil
Atividade ou Profissão: Notícias

Como consertar trincas e rachaduras de paredes

Mensagem por Equipe GdO » 18:08 - Domingo, 17/05/2015

Quer saber como consertar trincas e rachaduras em paredes? Vamos ensinar como consertar trincas isoladas que não causam risco a estrutura de construção, mas que incomodam visualmente seus moradores.

Pequenas fissuras na parede

Solução 1
Para pequenas fissuras, a solução tradicional é retocar o reboco usando argamassa ou massa acrílica, mas as fissuras podem reaparecer.

Solução 2
Outra alternativa é passar tinta elastomérica pura na região e depois aplicar duas ou três demãos do mesmo produto, diluído conforme indicação do fabricante.

Imagem

Reparar pequenas trincas (não estruturais)
  1. Abra a trinca 2 cm para cada lado e aproximadamente 1 cm de profundidade;
  2. Cole ou grampeie uma telinha de nylon (ou similar);
  3. Prepare uma argamassa com cimento, cal e areia na proporção 1:2:8;
  4. Adicione cola branca à água na proporção de 1:3 (cola:água);
  5. Preencha a trinca aberta com a mistura e faça o acabamento.
Imagem

Corrigir pequenas fendas
Material necessário:
  • Colher de pedreiro;
  • Desempenadeira de madeira;
  • Chave de fenda + Pincel;
  • Espátula + Balde para argamassa;
  • Lixa p/massa n° 100;
  • Lixa p/madeira no 60 ou 80;
  • Plásticos;
  • Massa corrida PVA ou acrílica;
  • Cimento;
  • Areia;
  • Água.
Passo-a-passo para consertar as fendas ou rachaduras maiores nas paredes. Estas correções nas paredes são necessárias a fim de evitar o esfarelamento da parede e ao mesmo tempo deixar a superfície pronta para uma eventual pintura.
  1. Antes de iniciar os trabalhos cubra o chão com plásticos;
  2. Inicialmente, você deverá passar uma chave de fenda na rachadura ou fenda, afim de abri-la o suficiente para futura aplicação da massa corrida;
  3. Em seguida, limpe o local com um pincel seco;
  4. Aplique a massa corrida PVA (para interiores) ou massa acrílica para (exteriores) com o auxílio de uma espátula;
  5. Deixe secar por aproximadamente 3 horas;
  6. Em seguida, lixe com uma lixa para massa nº 100 até regularizar a superfície, retire o pó;
  7. Pronto , a superfície está preparada para ser pintada.
Como corrigir buracos grandes na parede
  1. Neste caso, você deve utilizar uma espátula para raspar o local (buraco), até se chegar a parte sólida da parede (ex:tijolo,bloco,etc.).
  2. Em seguida, limpe o buraco com um pincel seco para retirar o material solto e o pó.
  3. Umedeça ligeiramente o local com água, aplique a argamassa com uma colher de pedreiro em pequenas camadas, deixando secar bem cada uma.
  4. Na última camada, nivele a argamassa aplicada com uma desempenadeira de madeira umedecida, em movimentos circulares. Observação: Argamassa é a mistura de cimento, areia e água.
  5. Deixe secar bem a argamassa.
  6. O tempo normal para curar a argamassa de grandes superfícies é de 30 dias, entretanto, para superfícies pequenas, basta 5 a 10 dias, desde que a ventilação do ambiente e as condições do tempo sejam boas.
  7. Após a secagem da argamassa, lixe e aplique a massa corrida.
  8. A superfície estará pronta para ser pintada.
Importante

Toda trinca deve inspirar cuidados, por isso, sempre que perceber uma trinca ou fissura em construções, contate um engenheiro civil para que ele faça uma avaliação técnica e orientá-lo sobre as devidas providências e qual o grau de risco que tal trinca ou fissura representa para a estrutura.

Algumas trincas são superficiais e atingem apenas o reboco. Nestes casos o reparo ou conserto é importante para proteger o interior da construção de umidade ou agentes químicos e claro, para melhorar a estética e beleza da construção.

Porém, outras trincas ou fissuras podem representar falhas na estrutura que podem comprometer a segurança e estabilidade. Neste caso, a avaliação de um engenheiro civil é fundamental.

Fonte: Meia Colher
Imagem Imagem GUIA DA OBRA - Tudo sobre Construção e Reforma