Navio carregado de ouro

O Boteco ou Bar da Obra é uma área livre para discussão de assuntos variados que não sejam diretamente relacionados à construção civil.
Avatar do usuário
Leandro
Fundador do GdO
Fundador do GdO
Mensagens: 988
Registrado em: 19:45 - Segunda-feira, 22/01/2007
Localização: São Paulo - SP - Brasil
Atividade ou Profissão: Empresário

Navio carregado de ouro

Mensagem por Leandro » 15:55 - Sexta-feira, 09/01/2009

Um Navio Carregado de Ouro (autor desconhecido)

Um navio, carregado de valiosas mercadorias e cercado de todo o cuidado e segurança, atravessava o oceano quando, de repente, o motor enguiçou.

Imediatamente o comandante lançou âncora e mandou chamar um técnico, no porto mais próximo.

O técnico trabalhou durante uma semana; porém, sem resultados concretos.

Chamaram, então, o melhor engenheiro naval do país. O engenheiro trabalhou três dias inteiros, sem descanso, mas nada conseguiu . O navio alcançava, então, mais de 10 dias sem poder navegar, arcando com elevados custos, indenizações aos donos das cargas embarcadas, etc.

A empresa proprietária do navio mandou, então, buscar o maior especialista do mundo naquele tipo de motor. Ele chegou, olhou detidamente a casa das máquinas, escutou o barulho dos motores e o chiado dos vapores. Em seguida, abriu sua valise e pegou um pequeno martelo. Deu uma leve martelada em uma válvula vermelha e guardou a ferramenta de volta. Tudo em apenas 1 minuto.

Mandou ligar o motor. E este funcionou na primeira tentativa.

Dias depois, chegaram ao escritório da empresa de navegação as seguintes contas :

O técnico, por uma semana de trabalho, cobrou:............................. US$ 600,00
O engenheiro naval cobrou, por três dias de trabalho:.................... US$ 1.200,00
Já o especialista, por sua vez, cobrou, pelo serviço:..................... US$ 10.000,00

Atônito com esta última conta, o diretor financeiro da empresa enviou um telegrama ao especialista, perguntando: - "Como o senhor chegou ao valor de US$ 10 mil, por apenas 1 minuto de trabalho e... uma única martelada ? ? !... "

O especialista então enviou, à empresa, o seguinte demonstrativo :

1 - Por dar 1 (uma) martelada:................................... US$ 1,00
2 - Por saber onde bater o martelo :.......................... US$ 9.999,00

Moral :

"O que vale não é a martelada, mas saber onde bater o martelo".
( a martelada, em si , você pode delegar a qualquer um ) "

É por (querer) ignorar isto que muitos subestimam certos tipos de trabalho, avaliando-os, apressadamente, apenas pelo tempo de duração.

No mundo dos negócios e da tecnologia, todos são avaliados - e pagos - em duas moedas: dinheiro e experiência.

Escolha primeiro a experiência ; com certeza, você poupará muito dinheiro...

Fonte: http://www.snogueira.com/artigoster.php (Autor Desconhecido)

Avatar do usuário
emanuel93
Iniciante
Iniciante
Mensagens: 78
Registrado em: 17:37 - Segunda-feira, 08/02/2016
Localização: Petrolina-PE
Atividade ou Profissão: Bacharelando em Eng. Civil

Re: Artigo: Navio Carregado de Ouro

Mensagem por emanuel93 » 12:36 - Quinta-feira, 26/05/2016

Muito interessante!

Veja que os U$ 10.000,00 não foram pagos por um minuto de trabalho e sim pelo investimento que o especialista teve que fazer para se capacitar e resolver o problema da empresa em 1 min.

Os profissionais tem que ser valorizados!

Avatar do usuário
Leandro
Fundador do GdO
Fundador do GdO
Mensagens: 988
Registrado em: 19:45 - Segunda-feira, 22/01/2007
Localização: São Paulo - SP - Brasil
Atividade ou Profissão: Empresário

Re: Artigo: Navio Carregado de Ouro

Mensagem por Leandro » 12:52 - Quinta-feira, 26/05/2016

Pois é, é aquela velha história:
- Apertar um parafuso: R$ 1,00
- Saber qual parafuso apertar: R$ 999,99

Hehe... assim como está neste vídeo: