Jardim vertical: o verde cobre as paredes

Decoração de ambientes, pintura, textura, paisagismo e jardinagem.

Jardim vertical: o verde cobre as paredes

Mensagempor Leandro » 12:58 - Sexta-feira, 14/08/2009

Jardim vertical e Jardim de Contemplação: o verde cobre as paredes
O intuito deste texto é acender a idéia de aproveitamento de espaços as vezes mortos em uma residência e nem entraremos em muitos detalhes pois cada um tem uma situação especifica em sua residência , e portanto daremos apenas as dicas estruturais básicas.

Jardins VerticaisHoje em dia pela diminuição dos espaços disponíveis em nossas casas, apartamentos, ou mesmo em residências maiores, às vezes fica difícil achar um espaço disponível para montar um cantinho verde, mas isso pode ser resolvido, com a montagem de um jardim vertical.

Esse tipo de jardinagem usar como plantas, espécies epífitas, que requerem poucos nutrientes e uma pequena quantidade de água para se manterem e desenvolverem, pois elas conseguem retirar seus nutrientes até da atmosfera, e devido a sua baixa exigência, e lento crescimento, são ideais para esse tipo de jardim.

Podem ser montados, em paredes que estejam disponíveis, onde as plantas possam receber alguma luz natural, ou mesmo luz artificial.

Materiais necessários:
a) parede impermeabilizada ao construir ou pode ser pintada com tinta especial emborrachada, para quem vai adaptar uma parede comum ao jardim.
b) Tabua em MDF, ou conglomerado, ou outra madeira, nas medidas da parede, e que será fixada à parede por meio de buchas, e em vários locais para evitar que com a umidade ela venha a se deformar, pela ação do peso da água infiltrada, ou mesmo pela ação de organismos decompositores da madeira, que com o tempo se instalam e acabam propiciando até que as raízes das plantas possam retirar algum nutriente delas, ao longo do tempo de uso, ou seja acaba virando substrato também.
c) Placas ou estacas de fibra de coco ou xaxim (este está saindo do mercado), ou mesmo meio-vasos que ou podem ser cortados ou mesmo adquiridos já nesta forma no comércio.
d) Caso o local seja em interiores onde a água não possa, escoar pelo chão, decorrentes das regas, é conveniente colocar na parte inferior um coletor para essa água em chapa no formato de calha, e com um sistema para que essa água possa ter destino que não acabe sendo um ponto de infiltração de umidade na construção.
e) Montar antes um esquema ou desenho de quais as plantas usadas, e onde elas vão ficar, para facilitar a colocação das placas, estacas, ou meio-vasos. E fixar as mesmas na tábua nos locais pré-escolhidos.
f) E adquirir as plantas (ver aqui a lista)
Depois de pronto, as regas podem ser com aspersores manuais para áreas pequenas ou mesmo com mangueira para jardim a cada 3 a 7 dias dependendo da umidade do ar ambiente. E pode, mas não necessariamente ser incluída na água de rega, adubos hidrosolúveis compatíveis com as plantas escolhidas.

Montagem Passo a passo
Usamos para este exemplo uma placa usada, de dimensões pequenas, apenas para exemplificar como o jardim pode ser montado.
Imagem
a seguir coloca-se as plantas já fixadas por ganchos de arame ou mesmo fios de nylon de forma a não estrangular as partes que darão sustentação, com o futuro crescimento ou engrossamento de caules.
usamos placas de xaxim, vasos de xaxim cortados ao meio, e amarrados por arames...
Imagem
....uma a uma, vamos colocando as placas, tomando a precaução de calcular como será o crescimento de cada planta e assim evitar que o crescimento de uma prejudique o desenvolvimento de outra menor, e também às vezes até usando a sombra da maior para favorecer ou proteger uma planta menor que não aceita muita luminosidade....
Imagem Imagem
E para facilitar a identificação das plantas abaixo colocamos uma foto com a letras que estão relacionadas abaixo pelos nomes comuns e links para propiciar atalhos as fichas das plantas ( ao usar esses atalhos procure não usar outro atalho "volta" abaixo das fichas,e sim o do alto da pagina do IE)
Imagem
Relação de plantas do jardim vertical
a) bromélia (PC612)
b) Acorus (PA065)
c) Bromélia (PC604)
d) Pilea nummularifolia (PC806)
e) bromélia (PC611)
f) orquídea pingo de ouro(PC711)
g) bromélia (PC603)
h) orquídea (PC704)
i) peperômia riscada (PC803)
j) rhypsalis chata (PC660)
k) peperômia (PC810)
l) maranta (PC815)
m) rhypsalis (PC652b)
n) rhypsalis (PC652a)
o) Callisia repens (PL042)
p) Trepadeirinha (PC804)
q) Begônia (PC820)
r) Avenca ( PC817 )
s) Peperômia obtusifolia (PC809)
t) Dendrobium miniatura (PC702)

E devem nascer por sementes expontaneamente Impatiens (PC808) begônia nativa (PC821)

Jardins Verticais Solitários Outro exemplo para que quer colocar em destaque um arranjo simples e alto em meio a outro arranjo com pedras.
Usando apenas uma ou várias espécies de plantas em um "palito" de xaxim (aqui estruturado por um ferro de construção para evitar envergamento com o pêso da água) ou mesmo usando um tronco.
Imagem Imagem
neste caso foi utilizada apenas a Bromélia (PC612)Jardins de contemplaçãoNada mais são que jardins interiores ou mesmo externos, onde se tenta harmonizar plantas, rochas, troncos, e até lagos e cascatas, e inclusive pode ter como pano de fundo os jardins verticais.

Não vamos entrar em detalhes desses maiores, para que tem área maior disponível, pois as possibilidades de variação são muitas e alguns até contam com trilhas em meio a moitas de taquaras, ou outra planta que cresça verticalmente.

Mas para quem dispõe de pequenas áreas, além de aproveitar a idéia dos jardins verticais, podem ser incluídas pequenas fontes de água, mini-cascatas, chafarizes, etc.. E até rochas ou troncos distribuídos harmonicamente pela área. E procurar sempre usar plantas que dêem o menor trabalho possível ou mesmo o contrário para quem não suporta ficar parado apenas contemplando e a sugestão seria, cultivar bonsais, ikebana, ou mesmo, uma pequena horta para o consumo doméstico, incluindo até plantas aromáticas.

Pode ser também formados apenas por plantas de clima desértico ou árido, e as plantas podem ser colocadas em meio a um tapete de areia, cascalho, ou mesmo pedregulhos, e muita rochas maiores e até troncos secos podem ser colocados em destaque. Para promover a elevação do terreno fazer uma "leira de terra qualquer, e para se usar pouca cobertura, podemos usar lonas plasticas, e para plantar basta recortar a lona, no diâmetro do vaso a ser inserido, e retirar a terra para que o vaso caiba no local sem deixar bordas altas e depois recobrir tudo com a cobertura escolhida, escondendo os detalhes.
Imagem
Imagem

As plantas utilizadas podem ser escolhidas aqui
Os jardins de contemplação podem ser mais espaçosos, permitindo que se circule por entre as plantas...
Imagem
Imagem Imagem
Imagem
Imagem
O importante é formar um nicho agradável onde se possa relaxar, ler, ou simplesmente ficar contemplando, e por isso quanto mais diversificado puder ficar o ambiente, maiores serão as chances de se atingir o objetivo.

Fonte: Sunshine Piscicultura

Reportagem Casa Cláudia: Muros que chamam a atenção de quem passa pelas ruasReportagem Visual Aldi Flosi
Texto Lucila Vigneron Villaça
Fotos Salvador Cordaro

Nem só de trepadeiras vivem os muros verdes. Nos projetos a seguir, paisagistas recriam condições da natureza para trazer, com diferentes espécies, vida a superfícies áridas. E se o que você procura são ideias para jardins, assista a um vídeo em que uma paisagista ensina como mantê-lo florido o ano todo.

Plantas integradas à arquitetura
Ninguém consegue passar em frente a esta casa, em São Paulo, sem se deter diante do muro repleto de vegetação. “Até o trânsito para”, diz, divertindo-se, a paisagista Gica Mesiara, autora do jardim. Surpreender era mesmo a intenção dos arquitetos do escritório Bernardes e Jacobsen. Para obter o efeito, a paisagista optou por espécies pendentes. O resultado é de tal exuberância que a casa parece estar envolvida por uma mata natural, perfeitamente integrada à fachada e ao portão, que são revestidos de tábuas de madeira.

O muro da piscina vira descanso para os olhos
Embora garantisse a privacidade no entorno da piscina, o muro alto criava um obstáculo visual que não agradava aos moradores. E, como a área de lazer não dispunha de espaço para a instalação de um jardim com espécies de grande porte, o paisagista Gilberto Elkis sugeriu colocar as plantas em blocos de concreto, assentados bem rentes ao paredão. “As espécies usadas, além de sobreviverem com pouco composto orgânico, gostam de sol e têm cores e texturas especialmente selecionadas para criar uma composição com movimento, como uma onda”, diz Oscar Sokolovsky, assistente de Elkis.

Plantas enchem de vida o cantinho do quintal
“Geralmente, faço jardins verticais em locais de pouco espaço. Ou quando há um muro muito grande que precisa ser disfarçado”, conta o paisagista Alex Hanazaki. Coincidentemente, os fundos de seu escritório, em São Paulo, apresentavam as duas situações. Assim, ele montou no local um jardim, que completou seis anos. Para conseguir um ar natural, Alex distribuiu as plantas aleatoriamente: são samambaias (Nepholepis cordifolia), orquídeas (Phalaenopsis x hybridus), peperômias (Peperomia scandens) e coluneias (Columnea ulei). Espécies de sombra, elas recebem sol apenas uma hora por dia.

Paisagista francês cria um novo conceito de jardim vertical durável ao observar plantas em rochas
Antes de entrar no Museu do Quai Branly, em Paris, o visitante já se surpreende com a fachada. Afinal, ali está exposto um dos jardins verticais mais famosos do botânico que é considerado o precursor desse tipo de projeto, o francês Patrick Blanc. Foi por meio da observação do crescimento de plantas em rochas e árvores de florestas e montanhas que Patrick teve a inspiração para criar seus jardins verticais. Ele percebeu que, nesses locais, as plantas cresciam sem precisar de terra e sobreviviam graças à água e aos nutrientes de uma camada de húmus.

Fonte: Casa.Com.Br

Fiquem a vontade para comentar...
Avatar do usuário
Leandro
Fundador do GdO
Fundador do GdO
 
Mensagens: 908
Registrado em: 19:45 - Segunda-feira, 22/01/2007
Localização: São Paulo - SP - Brasil

Re: Jardim vertical: o verde cobre as paredes

Mensagempor amarrag » 19:24 - Segunda-feira, 21/11/2011

Muito legal! é realmente um exemplo de como fazer bonito!
amarrag
Iniciante
Iniciante
 
Mensagens: 3
Registrado em: 19:11 - Segunda-feira, 21/11/2011
Localização: Sol

Re: Jardim vertical: o verde cobre as paredes

Mensagempor bozzo » 23:24 - Segunda-feira, 12/03/2012

Muito interessante o seu artigo sobre jardins, bem completo e com boas imagens. Eu escrevi um artigo bem iniciante sobre como decorar jardins no meu novo blog. Abraço.
Editado pela última vez por Leandro em 12:17 - Terça-feira, 13/03/2012, em um total de 1 vez.
Razão: Não permitimos publicidade em postagens, se desejar, use o espaço reservado à assinatura.
bozzo
Iniciante
Iniciante
 
Mensagens: 7
Registrado em: 23:04 - Segunda-feira, 12/03/2012
Localização: São Paulo


Voltar para Decoração, pintura e paisagismo

 


  • Tópicos relacionados
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: CommonCrawl [Bot] e 0 visitantes